Desobediência x Liderança

 

Desobediência Canina: uma questão de Liderança – 1

por Guilhermo Coelho, (adestrador amigo)

 

Eu tenho falado com vocês sobre reforço positivo e a carência natural que seu cachorro tem por sua atenção.

Entretanto, receber atenção (mesmo atenção negativa) na hora errada é o principal motivo de problemas de comportamento. Hoje vamos falar sobre como lidar com desobediência.

 

Primeiramente, é fundamental distinguir entre desobedecer e não entender o comando.

Se seu cachorro não te obedece porque ele não sabe o significado do comando, isto não é um problema de comportamento.

Isso significa que você tem que continuar treinando esse comando específico com ele.

O problema começa quando seu cachorro não te obedece de propósito, embora ele conheça o comando que você lhe está dando.

Você pode identificar isso quando ele já compreendeu e obedeceu o mesmo comando muitas vezes antes.

Apesar de aparentemente uma pequena desobediência não parecer grande coisa, isto pode se tornar em um problema sério.

Por exemplo, pode ser perigoso se ele não obedece seu comando “aqui” e corre em direção a uma rua movimentada, mas o pior é o que isso significa quanto ao seu relacionamento com ele.

Desobediência vem do desrespeito.

Quando seu cão não te obedece, ele está dizendo “Eu não respeito sua autoridade o suficiente para aceitar suas ordens” (mesmo que ele tenha um amor enorme por você).

Se você deixar passar, isso pode se transformar em um problema de agressividade ou agressividade passiva.

Desobediência não é um problema para se ignorar. Isso só piora e pode se transformar em uma bola de neve.

O seu cachorro precisa reconhecer que você está acima dele na hierarquia da sua casa.

Você precisa se acostumar com o conceito de que, aos olhos de seu cão, você tem que ser o “cachorro alfa”.

Isso é fundamental para um relacionamento saudável com ele.

A princípio pode parecer cruel, mas para seu cão é mais confortável saber que tem alguém no comando da casa tomando as decisões, inclusive a respeito de seu comportamento e obediência.

Não pode haver duvida na cabecinha dele, senão ele vai querer subir à posição de líder (às vezes até com violência). É assim que funciona na natureza.

Na grande parte dos relacionamentos entre cachorros e seus donos, esta hierarquia está muito clara e você não precisa necessariamente seguir todas as dicas abaixo.

Porém, eu recomendo segui-las em três situações:

(a) quando seu cão ainda é filhote,

(b) quando ele acaba de chegar à sua casa (se for já adulto) ou

(c) se você estiver tendo problemas de desobediência.

Essas dicas não vão deixar dúvidas na cabecinha dele de quem é o chefe da casa.

Bom, para começar, o primeiro passo é re-estabelecer sua dominância.

Aqui vão as DICAS:

 

1) Quando você for sair de casa ou do carro com seu cão, você sai primeiro e o cão sai depois.

O “cachorro alfa”sempre vai na frente.

Se você o deixar sair de casa ou do carro na frente, você está dizendo “Você é mais forte que eu; você deve ir primeiro pois você é o líder”.

Dentro de casa não tem problema, mas toda vez que você sair de casa ou do carro você precisa fazê-lo esperar você ir primeiro.

Ele só pode sair depois que você o libere para sair.

 

2) O ‘cão-alfa’ é o que sempre come primeiro na matilha.

Portanto você e sua família almoçam ou jantam primeiro, só então você serve a comida dele.

Esperar meia hora não vai causar nenhum problema.

Quando você for lhe dar a comida, faça-o sentar e esperar até que você o libere para comer.

Normalmente eu recomendo um horário fixo para as refeições, mas se você tem um problema de desobediência com seu cão, você deve alimentá-lo em horas diferentes a cada dia.

Ele tem que entender que você controla a comida, não deixe ele criar expectativas de quando vai comer.

 

3) Não deixe ele andar em todas as áreas da casa.

Sua casa é a SUA toca e você PERMITE que ele entre.

Isto é um privilégio que você lhe concede, não um direito que ele tem.

Mantenha certas áreas da casa proibidas para ele, como sua cama, sofás e cadeira ou alguns cômodos.

 

4) Não deixe ele iniciar as brincadeiras.

Se ele está te cutucando para brincar, você deve estar achando ele uma gracinha e amoroso,

mas na verdade ele está dizendo “Eu sou o chefe e estou mandando você brincar comigo agora”.

Se ele está pedindo sua atenção, ignore-o por uns momentos, levante-se faça alguma outra coisa.

Espere até ele se distrair e aí você inicia a brincadeira.

 

5) Quando você chegar em casa, não vá direto brincar com ele e mostrar toda sua afeição.

Isso não é comportamento de ‘cachorro-alfa’.

O ‘alfa’ chega em casa, relaxa por alguns minutos, talvez come alguma coisa e só depois brinca com o cachorro.

Mesmo que você esteja louco para brincar com seu cão assim que chegar em casa, espere uns 3-5 min.

Isto vai fazer mais sentido para ele, e vai reafirmar sua autoridade.

 

6) Não dê chance para o azar. Sempre saia com o cachorro na coleira.

Se ele resolver não te obedecer a fugir quando você chamar, você tem como controlá-lo.

 

7) Não repita seus comandos.

Se você repetir o comando, você vai estar ensinando-o a esperar o comando pelo menos duas vezes antes de obedecer.

Dê o comando e espere ele obedecer, sem ficar repetindo.

 

8) Agora, a melhor maneira de combater desobediência é começar e manter uma rotina de adestramento de 15 min por dia.

Usar reforço positivo é uma maneira muito mais agradável de estabelecer sua autoridade.

Para grande parte dos cachorros, esse treinamento diário é mais do que suficiente e ele vai te obedecer em todas as áreas, você vai ver.

15 min é o máximo que cachorros conseguem manter a concentração, depois reduza para 10 min e depois 5 min só para repassar os comandos e nunca mais vai ter problemas.

Espero que essas dicas ajudem quando seu cachorro estiver te desobedecendo e desafiando sua autoridade.

Se você não tem problemas autoridade com seu cão e ele te obedece sempre, não precisa seguir tudo isso ao pé da linha.

Mas se você começar a implementar algumas dessas dicas, como a 2,3,7 e 8, isso vai ajudar para qualquer cachorro.

Boa sorte!
Guilherme Coelho –  http://www.adestramentodecaes.com/desobediencia


 

Desobediência Canina: uma questão de Liderança – 2

por Guilhermo Coelho (adestrador amigo)

Hoje, vamos tratar na prática de um problema que atinge muitos donos de cães: a dominância do cachorro na casa.

[…] você pode mudar esse quadro tomando algumas atitudes que vão transformar, através de uma mudança de hábitos e atitudes, a posição do seu cachorro na hierarquia da casa, sem prejudicar em nada – e, ao contrário, estimulando – a relação de amizade entre vocês.

Para começar, tenha em mente que você é o chefe da casa e o líder da matilha; então, é você quem toma as decisões e iniciativas.

 

DICAS:

1 – Você é o cachorro-alpha da matilha e, por isso, você é o primeiro em tudo.

Você tem o melhor lugar para dormir, a melhor comida e faz tudo primeiro: você entra e sai primeiro da casa, do carro e dos cômodos. O cão só come depois, entra depois.

2 – Você lhe dá comida quando você acha melhor e, por isso, é importante demostrar que você está no controle.

Faça-o esperar sentado uns instantes antes de lhe servir, e mesmo antes de deixá-lo sair com a coleira ou entrar no carro. Isso reforçará o seu papel de chefe.

3 – Limite as liberdades físicas do seu cão em casa.

Proíba e bloqueie com uma grade a entrada de um certo cômodo – o seu quarto, por exemplo. Nada de subir nos móveis, no sofá ou na cama.

4 – Controle as brincadeiras e deixe claro que, se ele tenta chamar a sua atenção para brincar (latindo, por exemplo), você não brinca.
Quando você perceber que ele chama a sua atenção para brincar, espere um momento antes de começar para que ele saiba que vocês brincam quando você achar melhor, e não ele.

5 – Não repita um comando já dado.

O seu cachorro deve aprender a respeitar o primeiro chamado, e não o segundo ou o terceiro.

E, finalmente, a maneira mais eficaz de evitar a dominância do seu cachorro e estimular a obediência aos seus comandos é manter uma rotina de exercícios.

Os cães adoram exercícios, porque correr, pular, pegar coisas com a boca, fazer o que você pede, tudo isso são jogos e desafios na cabeça dele.

O tempo ideal para que um cão aprenda a se comportar e a responder ao que você pede mantendo a concentração é de 15 minutos por dia.

Ele vai gastar a energia acumulada, se divertindo e estreitando os laços entre vocês dois.

Além disso, ele vai ter vontade te obedecer porque vai querer brincar mais e mais.

15 minutos por dia é tudo o que vocês precisam.

…Comece a praticar exercícios com ele e trabalhar a sua obediência para, no futuro, poder sair de casa orgulhoso com o seu cão treinado e obediente.

Você vai ver a diferença que isso vai fazer na vida de vocês dois.

Abração,
Guilhermo Coelho – http://www.adestramentodecaes.com


 

Nada na vida de um cão é de graça

por Guilhermo Coelho, o adestrador amigo

Hoje eu queria falar de um aspecto da educação do seu cachorro que é uma coisa relativamente nova até para mim.

Você sabe que os cachorros descendem dos lobos.

Mas mesmo tendo sido domesticados há bastante tempo, eles ainda tem algumas características semelhantes aos lobos, ainda olham e interpretam o mundo a seu redor de uma certa forma como os lobos faziam.

Seu cachorro também está olhando o tempo todo para você e interpretando seus atos com essa mesma bagagem genética de milhares de anos.

Ele vê você como parte de sua matilha, e está o tempo todo avaliando sua liderança, como os lobos fazem.

Ele pode perceber claramente que você é o líder da matilha ou achar que ele é o líder.

Isso vai depender do seu comportamento.

Essa avaliação que seu cachorro faz da sua liderança vai afetar a maneira como ele se comporta e como ele entende e obedece os seus comandos.

Uma forma de mostrar quem está na liderança é o princípio de que:

NADA É DE GRAÇA NA VIDA DE UM CÃO!

Desde pequeno, faça seu cachorro “trabalhar” para obter os pequenos confortos da vida.Ele tem que fazer por merecer, e tem que entender que VOCÊ controla o que ele recebe ou não.

Se estiver bem claro para o seu cão que tudo que ele quer será obtido de você ou das pessoas da sua família, os problemas de comportamento (como a desobediência e agressão) vão desaparecer.

 

Seguem abaixo três técnicas simples que você pode fazer desde pequeno com seu cão:

* Comece mandando seu cachorro sentar para que você faça carinho nele.

Assim você evita que ele fique super-animado toda vez que você chegar perto e comece a pular, morder etc.

* Quando for sair de casa, faça ele antes ficar no lugar e só sair com a sua permissão.

Você é o líder, você passa primeiro pela porta.
E também vai evitar muitas fugas desnecessárias.

* Treine-o a deitar-se na sua caminha antes de vir cumprimentar suas visitas.

Assim ele vai estar em um estado de espírito mais calmo e controlado quando alguém estranho chegar em casa e não vai ficar latindo ou pulando feito louco.

Se você fizer seu cão pedir permissão para fazer as coisas que ele quer, você estará estabelecendo sua liderança e ele ficará muito mais calmo e obediente.

Um grande abraço,
Guilhermo Coelho

www.AdestradorAmigo.com


 

 

A CIRURGIA DE CASTRAÇÃO EVITA DOENÇAS, PREVINE TUMORES E FACILITA O CONVÍVIO.

Saiba mais sobre os benefícios da cirurgia de castração para animais de companhia na página CASTRAÇÃO-BENEFÍCIOS

-

ADOTE; NÃO COMPRE.

 Lei 14.483/07-SP – Cães e Gatos devem estar castrados e vacinados antes de venda.
-

GatoVerde, em defesa dos Direitos Animais

-