“Mentes brilhantes também podem causar grandes sofrimentos.

É preciso educar os corações.”  (Dalai Lama)


SOBRE TESTES EM ANIMAIS

Biólogo Sérgio Greif faz análise do PL 6.602/2013 sobre testes em animais

Análise do PL 6.602/2013 sobre testes em animais
Escrito em 27 de junho de 2014 por Sérgio Greif

Fui solicitado a comentar minhas impressões em relação ao PL 6.602/2013 do Dep. Federal Dr. Ricardo Izar, do PSD de São Paulo.

O referido Projeto de Lei altera a redação dos artigos 14, 17 e 18 da Lei Arouca (Lei nº 11.794, de 8 de outubro de 2008), para dispor sobre a vedação da utilização de animais em atividades de ensino, pesquisas e testes laboratoriais com substâncias para o desenvolvimento de produtos de uso cosmético em humanos e aumentar os valores de multa nos casos de violação de seus dispositivos.

Primeiramente gostaria de tornar claro que não tenho envolvimento com o referido Deputado, nem com qualquer outro. Não recebo qualquer benefício político de nenhuma parte, não sou lobista e nem tenho qualquer filiação partidária. Portanto, trata-se de análise técnica visando puramente os interesses dos animais, à luz do que foi feito em texto anterior “A Experimentação Animal e as Leis”.

Nesse texto expresso que a Lei Arouca representa um retrocesso à causa animal em vários aspectos, pois passa a permitir a utilização de animais em estabelecimentos de educação profissional técnica de nível médio da área biomédica (revogando a proibição expressa na Lei nº 6.638/79). A lei também cria o Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA), com competências relacionadas à valorização da experimentação animal (portanto, tornando mais complexa a luta pelo fim da experimentação animal).

Mesmo os aspectos aparentemente positivos da Lei Arouca (a proibição do uso sucessivo de um mesmo animal para vários procedimentos, obrigatoriedade de anestesia e analgesia e proibição do “sofrimento excessivo” do animal, etc) são impossíveis de se verificar por uma pessoa externa ao contexto do laboratório. São, portanto, inefetivos para a causa animal, satisfazendo tão somente os crescentes anseios da sociedade por maior bem-estar dos animais vítimas de exploração.

A Lei Arouca é uma lei mal intencionada, criada para valorizar e regulamentar a experimentação animal e não para diminuir seu sofrimento. Seu texto apenas passou por influência de um lobby poderoso em favor da experimentação animal. Ela não deve, em minha opinião, ser reformada, mas revogada. Reformas não tornarão essa Lei melhor. A impressão que tenho é que uma Lei com artigos alterados se torna ainda mais forte.

A estratégia para conquista de avanços reais em favor da causa animal em âmbito legislativo deveria focar em Leis abolicionistas, ainda que para a conquista de pequenos ganhos, porém sem comprometer a causa animal como um todo. Leis curtas e de texto simples, que não deem margem à dupla interpretação. Leis independentes que revoguem disposições em contrário. Em minha opinião este é o caminho.

Um exemplo de PL para abolir a utilização de animais em testes cosméticos em âmbito federal poderia conter o seguinte texto:

Art. 1º Fica vedada a utilização de animais de qualquer espécie para testes de cosméticos, produtos de higiene pessoal e perfumes, bem como ingredientes utilizados em sua formulação.

Art. 2º Fica vedada a comercialização dos produtos citados no Art. 1º, quando testados em animais, em todo o território nacional.

Art. 3º Serão reconhecidos, pelas autoridades brasileiras, como métodos substitutivos à experimentação animal, todas as técnicas alternativas reconhecidas pela União Européia, pelos Estados Unidos da América ou por algum dos organismos internacionais de validação aos quais o Brasil se vincula.

Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário.

Tal PL acima seria abolicionista, com ganho pontual, sem comprometimento de vitórias futuras e sem fortalecer qualquer lei “bem-estarista”.

Analisemos, pois, o PL 6.602/2013 originalmente proposto pelo Deputado Izar e seu substitutivo tal como aprovado pela Câmara dos Deputados e encaminhado ao Senado.

O PL originalmente apresentado trazia em seu artigo 1º a seguinte alteração ao § 7ºdo Artigo 14 da Lei Arouca “É vedada a utilização de animais de qualquer espécie em atividades de ensino, pesquisas e testes laboratoriais com substâncias que visem o desenvolvimento de produtos de uso cosmético em seres humanos.”

As demais alterações propostas no Artigo 14 da Lei meramente deslocam os §§ 7º, 8º, 9º e 10º originais para novos §§ 8º, 9º, 10º e 11º no PL proposto, não alterando sua redação. São parágrafos que não favorecem os animais como já não favoreciam, e não nos ateremos a eles.

O parágrafo inserido (§ 7º) no PL original traria um efeito abolicionista e um real ganho à causa, pois ele terminantemente proíbe a utilização de animais para fins de pesquisa e desenvolvimento de cosméticos.

Analisemos agora de que forma ficaram as redações dos §§ 7º, 8º e 9º no PL substitutivo aprovado pela Câmara e enviado para o Senado (não analisaremos os §§ 10º, 11º, 12º e 13º, pois eles são meramente deslocamentos dos §§ 7º, 8º, 9º e 10º do Artigo 14 da Lei Arouca, já criticada):

§ 7º É vedada a utilização de animais de qualquer espécie em atividades de ensino, pesquisa e testes laboratoriais que visem à produção e ao desenvolvimento de produtos cosméticos e de higiene pessoal e perfumes quando os ingredientes tenham efeitos conhecidos e sabidamente seguros ao uso humano ou quando se tratar de produto cosmético acabado nos termos da regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

§ 8º No caso de ingredientes com efeitos desconhecidos, será aplicada a vedação de utilização de animais de que trata o § 7º, no período de até 5 (cinco) anos, contado do reconhecimento de técnica alternativa capaz de comprovar a segurança para o uso humano.

§ 9º As técnicas alternativas internacionalmente reconhecidas serão aceitas pelas  autoridades brasileiras em caráter prioritário.

Embora em sua nova redação o § 7º tenha incluído outros itens que não apenas cosméticos, o parágrafo abre brecha para que se siga utilizando animais para testes de novos ingredientes, bem como novas formulações. O § 8º aparentemente estipula um prazo de cinco anos para que também estes ingredientes com efeitos desconhecidos deixem de ser testados em animais, mas não é isso o que ele realmente faz.

O prazo de cinco anos passa a contar não a partir da data em que determinada técnica substitutiva tenha sido desenvolvida, mas sim cinco anos após ela haver sido reconhecida pelo Centro Brasileiro de Validação de Métodos Alternativos (BraCVAM), criado em setembro de 2012.

Ora, não precisamos entender muito sobre métodos substitutivos para entendermos o problema. Se cosméticos já não são testados em animais em diferentes países esses métodos já existem, já validados nesses países. O que lhes falta é um reconhecimento de que são válidos também no Brasil, mera burocracia. Vamos agora querer desenvolver novamente todos os estudos multicêntricos que aprovaram tais técnicas na União Européia? Laboratórios são ambientes controlados, o que funciona em um laboratório na Suécia ou na Holanda necessariamente deverá funcionar em um laboratório no Rio de Janeiro, não há necessidade de se validar no Brasil cada técnica já validada pela União Européia ou pelos EUA.

Além disso, esse prazo de 5 anos entra em conflito com o disposto no § 1º do Art. 32 da lei n. º 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 (Lei de Crimes Ambientais) que claramente expressa em seu texto: “Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos”

Ou seja, uma lei anteriormente existente já tornava crime ambiental, de imediato, a utilização de animais para fins didáticos ou científicos quando da existência de recursos alternativos. Não há como acreditar ou defender que este substitutivo ao PL 6.602/2013 possa ser melhor para os animais do que o que tínhamos anteriormente (que aliás, também deve ser analisado criticamente, como feito no texto “A Experimentação Animal e as Leis” já citado).

Concluindo: O PL originalmente proposto tinha um caráter abolicionista no que se refere à inserção do § 7º no Art. 14 (embora estivesse vinculado à Lei Arouca – o que julgo desnecessário e perigoso – e de meramente deslocar os demais parágrafos bem-estaristas do referido artigo). O PL substitutivo perde bastante em precisão, abre brechas e retrocede em alguns aspectos a lei existente.

Sérgio Greif

Biólogo, mestre em alimentos e nutrição e ativista pelos direitos animais, membro da Sociedade Vegana. Autor de livros e artigos sobre experimentação animal, métodos substitutivos, direitos animais, vegetarianismo, veganismo, bioética e temas afins.


*

ATO CONTRA TESTES EM ANIMAIS NO INSTITUTO ROYAL, SP

INFORMAÇÕES e REGISTROS

Vídeo publicado em 07 de Novembro de 2013

http://www.youtube.com/watch?v=hpfB_cw0SFM

-

NOTÍCIAS A CADA MINUTO – CAMALEÃO

http://www.camaleao.org/protesto-instituto-royal-acompanhe-minuto/

-

NOTÍCIAS AO VIVO – VISTA-SE

http://vista-se.com.br/aovivo/

.

TESTES EM ANIMAIS

(Ato no Instituto Royal de São Roque-SP e seu desdobramento em notícias, debates, artigos, pronunciamentos, entrevistas etc.)

 

14 de Outubro de 2013

HISTÓRICO RECENTE

ATIVISTAS PROTESTAM ACORRENTADOS DESDE SÁBADO (12/10) contra TESTES EM ANIMAIS
http://www.veggietal.com.br/protesto-instituto-royal/

HÁ EXATOS 5 ANOS!

Em 20.10.2008  –  Há exatos 5 anos!

Relatório de George Guimarães (VEDDAS) sobre as ações dos defensores dos animais contra a aprovação da Lei Arouca (que regulamentou a experimentação animal no Brasil)

“O FIM DA EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL: CERTO, APESAR DE ADIADO”
http://veddas.org.br/component/content/article/6/81-o-fim-da-experimentacao-animal-certo-apesar-de-adiado.html

.

VÍDEO de ENTREVISTA com GEORGE GUIMARÃES (VEDDAS) em 20-08-2012 – Record News

http://vista-se.com.br/redesocial/ativista-fala-mais-de-20-minutos-sobre-testes-em-animais-ao-vivo-na-record-news/

.

18 de Outubro de 2013

NOTÍCIAS NA MÍDIA OFICIAL

ATIVISTAS RESGATAM CÃES DE LABORATÓRIO DE TESTES EM SÃO ROQUE, SP
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/10/1358477-ativistas-invadem-laboratorio-em-sao-roque.shtml
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,ativistas-invadem-laboratorio-para-libertar-caes-usados-em-testes,1087136,0.htm
.

NOTÍCIAS DA ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

http://www.anda.jor.br/?s=Instituto+Royal

NOTÍCIAS AO VIVO EM TEMPO REAL – Desde o Dia 17 de Outubro

http://vista-se.com.br/aovivo/

.

ARTIGO

Jornal Zero Hora – Resgate de beagles – 18/10/2013 | 20h04
“EXISTEM MÉTODOS ALTERNATIVOS AOS TESTES EM ANIMAIS”
– André Mags – andre.mags@zerohora.com.br
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2013/10/existem-metodos-alternativos-aos-testes-com-animais-4305851.html

.

19 de Outubro de 2013

Polícia Militar  X  Defensores dos Animais

IMAGENS AO VIVO  – http://twitcasting.tv/midianinja_sp
NOTÍCIAS EM TEMPO REAL  - http://www.vista-se.com.br/aovivo/
FOTOS – https://www.facebook.com/fachaves
.

ARTIGO

(De cara limpa!)

“QUEM SÃO AS MENINAS QUE ENTRARAM NO INSTITUTO ROYAL PARA RESGATAR CÃES?”

Por Paulo Ghiraldelli – especial para o iG | 19/10/2013 16:53

http://migre.me/glEHp

.

20 de Outubro de 2013

MATÉRIAS na TV
Domingo Espetacular – Vídeo
https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=mbJBsYkSVrY#t=535
Pânico na Band – Vídeo

http://paniconaband.band.uol.com.br/videos/14721769/panico-acompanha-libertacao-dos-beagles.html

.

22 de Outubro de 2013

ENTREVISTA COM O BIÓLOGO SÉRGIO GREIF na Rádio Nacional da Amazônia às 09h30

Biólogo conta situação de animais no Instituto Royal
Sérgio Greif, que é contrário à experimentação animal, esteve no Instituto Royal em visita agendada a convite do Ministério Público
http://radios.ebc.com.br/amazonia-brasileira/edicao/2013-10/biologo-conta-situacao-de-animais-no-instituto-royal

.
ENTREVISTA COM LUISA MELL no portal IG – VÍDEO
Seria a maior piada do País, diz Luisa Mell sobre ser presa por furto de beagles
goo.gl/TKOt9l

.

ARTIGO de Júlio Ottoboni no Observatório da Imprensa – Caso Instituto Royal:

“MENGELES DO BRASIL E A NOVA ORDEM SOCIAL”
Por Júlio Ottoboni em 22/10/2013 – Jornalista, pós-graduado em jornalismo científico
http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed769_mengeles_do_brasil_e_a_nova_ordem_social

.

ARTIGO de Paulo Ghiraldelli – Especial para o iG –  22/10/2013 07:31

A VERDADE (E A MENTIRA) SOBRE A UTILIDADE DOS TESTES EM ANIMAIS

Para filósofo, as pesquisas realizadas com animais servem mais para estimular o mercado de consumo com novos produtos que para melhorias na saúde dos seres humanos

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2013-10-22/a-verdade-e-a-mentira-sobre-a-utilidade-dos-testes-com-animais.html

 

Programa ‘HOJE EM DIA” da TV Record

Segundo os ativistas, alguns cães apresentam graves problemas de saúde. Um dos cães precisa passar por uma cirurgia para poder se alimentar novamente. Os dentes do animal teriam sido colados.

http://entretenimento.r7.com/hoje-em-dia/videos/caso-beagles-animais-passam-por-exames/idmedia/526671e60cf2f5b38292c436.html

.

Jovem Pan – Cemitério clandestino de animais é encontrado em São Roque

http://jovempan.uol.com.br/noticias/brasil/sao-paulo/cemiterio-clandestino-de-animais-e-encontrado-em-sao-roque.html

.

NOTÍCIAS

G1 – 22/10/2013 18h32 – Atualizado em 23/10/2013 01h05
Após invasão, cientista sugere que Brasil discuta leis sobre animais
(Philip Low é autor de declaração sobre consciência de animais não humanos. Canadense pede que cientistas ‘não sejam demonizados’ no país.)

http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/10/apos-invasao-cientista-sugere-que-brasil-discuta-leis-sobre-animais.html

Estadão – Deputados apresentarão proposta sobre uso de animais
22 de outubro de 2013 | 17h 49

http://www.estadao.com.br/noticias/geral,deputados-apresentarao-proposta-sobre-uso-de-animais,1088497,0.htm

.

Vídeo no Youtube

“Coelho Feliz” fala sobre o que são testes em animais e cita produtos que testam em animais.

http://www.youtube.com/watch?v=nnnn4m14-Lo

.

23 de Outubro de 2013

Entrevista

Maurício Varallo (Olhar Animal) ao vivo na Rádio Amazônia Brasileira fala sobre experimentação animal e o resgate dos animais mantidos no Instituto Royal, em São Roque.

O programa, comandado por Beth Begonha, pode ser ouvido em

http://radios.ebc.com.br/amazonia-brasileira/edicao/2013-10/ativista-convoca-sociedade-debater-experimentacao-com-animais

.
NOTÍCIAS – G1

23/10/2013 06h24 – Atualizado em 23/10/2013 06h24
Brasil ainda não valida pesquisas alternativas ao uso de animais – goo.gl/tqFS4s

“Enquanto tem o comodismo de usar o que já existe, para que vai desenvolver algo novo? Já sabemos que, para a maior parte das pesquisas, já existem métodos substitutivos. Ou in vitro, ou até mesmo em seres humanos. Esse argumento falacioso do mal necessário não é aceitável. Se poderia dizer o mesmo de que a escravidão era inevitável”, defende.
“Hoje em dia, já há uma tendência no mundo em usar métodos substitutivos aos animais” diz Silvana Andrade, fundadora e presidente da Anda (Agência de Notícias de Direitos Animais)”…

“…apenas 1% dos testes realizados em animais extrapolam para a fase humana. Nunca houve tantas doenças, tantos medicamentos e tão pouca cura no mundo. Os laboratórios não investem em curas, mas em remédios cujos efeitos deletérios provocam outras tantas doenças. Costumo dizer que somos todos cobaias, porque os remédios produzem efeitos diferenciados entre as pessoas. Para quem não sabe, uma das principais causas de morte no Ocidente é em virtude de efeitos colaterais de medicamentos, fica atrás apenas do câncer, doenças do coração e acidentes vasculares cerebrais”, afirma ela.
A jornalista defende a abolição dos testes em animais. “Dizer que ele está no ar condicionado não é cuidar bem de um animal. Você está obrigando o animal a se submeter a algo que faz mal ao corpo dele. Isso, por si só, são maus-tratos. Por que a ciência não pode ser ética? Não somos obscurantistas. Os cientistas brasileiros é que continuam fazendo fogo com graveto.”

“Isso não é uma garantia para o consumidor, é uma garantia para a empresa que encomendou os testes”, diz Guimarães

.

ARTIGO de MARTHA FOLLAIN na ANDA

50 CONSEQUÊNCIAS FATAIS DE EXPERIMENTOS COM ANIMAIS

http://www.anda.jor.br/23/10/2013/50-consequencias-fatais-de-experimentos-com-animais

.

POLÍTICOS

Deputado Estadual SP – Feliciano Filho

Feliciano em São Roque

http://www.felicianofilho.com.br/?p=3876

Petição em apoio ao projeto de Lei 706/12, protocolado em dezembro do ano passado e de autoria da 1a. Comissão Permanente Antivivissecção, criada na ALESP.

http://www.felicianofilho.com.br/?p=3861

Vídeo de Pronunciamento do Dep. Estadual Feliciano Filho na ALESP em 22/10/2013

http://www.felicianofilho.com.br/?p=3921

Iniciativa do Dep Feliciano Filho – 29 de Outubro de 2013 – Audiência Pública: “Alternativas ao Uso de Animais na Experimentação Científica” – próxima terça-feira (29), 19h, na ALESP.

Deputado Estadual Fernando Capez

Vídeo – CAPEZ desmascara INSTITUTO ROYAL

http://www.youtube.com/watch?v=m0c3s6CpZJY

Publicado em 23/10/2013
No plenário da Assembleia Legislativa SP, o Deputado Fernando Capez revela denúncias contra o Instituto ROYAL, que recebia recursos públicos federais e funcionava sem licença do CONCEA – Ministério da Ciência e Tecnologia.

.

A atuação dos irmãos Tripoli no caso do Instituto Royal

https://www.facebook.com/VdereadorRobertoTripoli/posts/540118432743691

.

24 de Outubro de 2013

ARTIGOS

Paula Brüguer
SALVEM OS BEAGLES!

http://www.anda.jor.br/24/10/2013/salvem-os-beagles

Artigo de 28 de Maio de 2011

Paula Brügger
PARA ALÉM DA VIVISSECÇÃO: RUMO A UMA ÉTICA ECOLÓGICA E ANTIESPECISTA.

“Como bióloga e, por que não dizer, como cientista, sou contra a “experimentação animal” por duas razões básicas…”

http://www.anda.jor.br/28/05/2011/para-alem-da-vivisseccao-rumo-a-uma-etica-ecologica-e-anti-especista

.

DEBATE

O Repórter Brasil recebeu a representante do Conselho Federal de Medicina Veterinária, Silvana Gorniak, e o presidente da ONG VEDDAS (Vegetarianismo Ético, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade ), George Guimarães, para conversar sobre o tema. Confira!

http://tvbrasil.ebc.com.br/reporterbrasil/bloco/rb-debate-testes-em-animais

.

25 de Outubro de 2013

G1

PREFEITURA SUSPENDE ALVARÁ DO INSTITUTO ROYAL EM SÃO ROQUE

http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2013/10/prefeito-pede-suspensao-de-alvara-do-instituto-royal-em-sao-roque.html

ANDA

PREFEITURA DE SÃO ROQUE SUSPENDE ALVARÁ DO INSTITUTO ROYAL

http://www.anda.jor.br/25/10/2013/prefeitura-sao-roque-sp-suspende-alvara-instituto-royal

.

 26 de Outubro de 2013

Artigo do biólogo Sérgio Greif no site Olhar Animal

“SEU FILHO VALE MENOS QUE UM RATO?”

http://www.olharanimal.net/pensadores-etica-e-animais/sergio-greif/280-seu-filho-vale-menos-que-um-rato

.

Matéria do CQC

http://cqc.band.uol.com.br/videos/14732374/ronald-rios-investiga-a-revolta-dos-beagles.html

.

7 de Novembro de 2013

Vídeo  com depoimentos de biólogo, jornalista, presidente de ONGs e deputados.

http://www.youtube.com/watch?v=hpfB_cw0SFM

.

 25 de Novembro de 2013

PESQUISADOR responde à PRESIDENTA da SBPC

Frank Alarcón – 40 anos, Graduado em Biologia Molecular (UNICAMP), Mestrado em Físico-Química (USP), Doutorado em Bioética (UFF), Pesquisador do Governo Federal em Inovação Tecnológica e Patentes na área de Biotecnologia e afins – responde à Sra. Helena Bonciani Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

http://www.anda.jor.br/25/11/2013/pesquisador-responde-a-presidente-da-sbpc-defensor-do-uso-de-animais-em-testes

.

Janeiro de 2014

Assine pedindo ao governador que sancione o PL que aprova o fim dos testes em animais para fins cosméticos em todo o estado de São Paulo

Abaixo assinado: http://goo.gl/tnynwP

.

23 de Janeiro de 2014

Vitória dos animais!

O Projeto de Lei  777/13 do Dep. Feliciano Filho já aprovado pela ALESP, foi sancionado pelo governador.
Na terça-feira (21/01/14) o abaixo-assinado com mais de 68 mil assinaturas foi entregue ao governador em uma audiência com ativistas de direitos dos animais, que estavam acampados há dias na frente do Palácio do Governo. Esta é uma vitória importante para os animais e para os que lutam por seus direitos.

Lei Estadual nº15.316 de 23 de Janeiro de 2014 – Proíbe a utilização de animais para desenvolvimento, experimento e teste de produtos cosméticos e de higiene pessoal, perfumes e seus componentes. (Publicada no D.O.E. de 24 de Janeiro de 2014)

.


 

 

PARA SABER MAIS SOBRE

TESTES EM ANIMAIS E VIVISSECÇÃO

.

ESTUDO

ENTENDENDO A EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL
A crítica científica ao uso de animais como modelos de pesquisa para a saúde humana
Thales Trez, biólogo
http://media.wix.com/ugd/bb128a_359a57a5ce93d7e967a38097c4055f61.pdf

.

VÍDEO de ENTREVISTA com GEORGE GUIMARÃES (VEDDAS) em 20-08-2012 – Record News.

http://vista-se.com.br/redesocial/ativista-fala-mais-de-20-minutos-sobre-testes-em-animais-ao-vivo-na-record-news/

.

VÍDEO-DOCUMENTÁRIO do Instituto Nina Rosa: “NÃO MATARÁS”

http://www.youtube.com/watch?v=Uxxj9GRbyBE

.

ARTIGOS

MÉDICOS CONTRÁRIOS À VIVISSECÇÃO
As citações abaixo foram extraídas do livro 1000 Médicos (e muitos mais) contra a Vivissecção, (Ed. Hans Ruesch), CIVIS, 1989:
“A razão pela qual eu sou contra pesquisas com animais é porque elas não funcionam, não tem valor científico e todo bom cientista sabe disso.”
– Dr. Robert Mendelsohn, MD, 1986, Chefe da Licensing Board for the State of Illinios, pediatra e ginecologista por 30 anos, médico colunista e autor de best-seller, destinatário de inúmeros prêmios de excelência em medicina. … (British Medical Journal, 8 de outubro de 1955, p.867.) pnc.com.au

http://www.veggietal.com.br/medicos-contra-vivisseccao/

http://tvbrasil.ebc.com.br/reporterbrasil/bloco/rb-debate-testes-em-animais

O QUE SÃO OS ‘TESTES EM ANIMAIS’

Trecho do vídeo “Não Matarás” com depoimentos dos biólogos Sérgio Greif e Thales Tréz e de  Sônia T. Felipe, Jane Goodall…

https://www.facebook.com/photo.php?v=1424734317741632&set=vb.1417802288434835&type=2&theater

Os Testes mais Comuns

http://www.pea.org.br/crueldade/testes/#Os%20Testes%20Mais%20Comuns

Testes em gatos (peta)

http://www.youtube.com/watch?v=hTaS7Z3z4e0&feature=youtu.be

.

ARTIGOS

.

Vivissecção: um negócio indispensável aos interesses da ciência

(Sônia T. Felipe)

“[…] … calcula-se que sejam 2, 6 milhões de humanos sofrendo de esclerose múltipla ao redor do planeta. Os medicamentos obtidos a partir da vivissecção de roedores fracassaram. Cientistas reconheceram que a causa da doença é “ambiental”, contribuindo para ela diferentes genes, não apenas um. Os medicamentos disponíveis hoje, de origem microbiana, não resultaram da vivissecção, e sim da codificação da estrutura físico-química deles (Greek & Greek, Specious Science).
Não sendo aquelas doenças de origem genética nem hereditária, qual seria o propósito científico em se insistir na arquitetura do modelo animal para buscar a cura delas?
Talvez se possa saber a resposta, olhando para os interesses financeiros (reais “benefícios humanos”?), em jogo na base, em volta e por detrás da atividade vivisseccionista acadêmica e dos negócios que ela encobre.” – goo.gl/z9pvqN

.

O modelo animal

(Sérgio Greif)

“Por que aceitar que a cura para a AIDS esteja no teste de medicamentos em animais que sequer desenvolvem essa doença? E mesmo que o fizessem, como dizer que a doença se comporta nesses animais da mesma forma que em humanos? Mesmo livros de bioterismo reconhecem que o ‘modelo animal’ não é adequado.” (Sérgio Greif) – goo.gl/WLSkV3

.

O debate sobre a moralidade da experimentação animal: o que é relevante e o que não é

Luciano Carlos Cunha (em seu blog “Desafiando o Especismo” – http://lucianoccunha.blogspot.com.br/2013/10/o-debate-sobre-moralidade-da.html )

A mesma razão que explica por que devemos respeitar humanos explica ao mesmo tempo porque devemos respeitar qualquer ser capaz de sentir, independentemente de espécie. – goo.gl/R3eFQy


 

Para Pesquisa

Testes Substitutivos à Experimentação Animal

PALESTRA DO BIÓLOGO SÉRGIO GREIF

– Vídeo publicado em 20/12/2011-

UMA DISCUSSÃO SOBRE A EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL E MÉTODOS SUBSTITUTIVOS

Parte 03
https://www.youtube.com/watch?v=qk0iNGYZ0U4
Parte 04
https://www.youtube.com/watch?v=c5_Ivr3P2Qc
Parte 05
https://www.youtube.com/watch?v=4qWudafWAf0

 

ESTUDO

ENTENDENDO A EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL
– A crítica científica ao uso de animais como modelos de pesquisa para a saúde humana

Prof. Dr. Thales de A. e Tréz
Instituto de Ciência e Tecnologia Campus Avançado de Poços de Caldas – Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)

http://media.wix.com/ugd/bb128a_359a57a5ce93d7e967a38097c4055f61.pdf

.

SITES

PEA – http://www.pea.org.br/crueldade/testes/

Introdução – Os Testes Mais Comuns – 50 Consequências Fatais – Avanços Médico-Científicos SEM a Experimentação em Animais – Alternativas – Legislação
Objeção de Consciência – O que Fazer – Resumo do Livro a Verdadeira Face da Experimentação Animal – Perguntas Frequentes sobre Testes em Animais

1Rnet
http://www.1rnet.org/1r/substitutivos.htm

FBAV
http://www.fbav.org.br/

Alternativas à Experimentação Animal
http://www.centrovegetariano.org/Article-41-%2BAlternativas%2B%25E0%2BExperimenta%25E7%25E3o%2BAnimal.html

Comitê de Médicos por uma Medicina Responsável (Physicians Committee for Responsable Medicine)
http://www.pcrm.org/

SBMAlt – Sociedade Brasileira de Métodos Alternativos à experimentação animal  – promove a pesquisa, desenvolvimento e inovação no que diz respeito à aplicação de métodos alternativos à experimentação de animais para fins educativos e científicos…
http://sbmalt.org/

Oficial

BRACVAM – Centro Brasileiro de Validação de Métodos Alternativos (Bracvam)
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/27193877/centro-brasileiro-de-validacao-de-metodos-alternativos-bracvam

 


 

.

RELAÇÃO DE PRODUTOS QUE NÃO SÃO TESTADOS EM ANIMAIS

http://www.pea.org.br/crueldade/testes/naotestam.htm

.

PETIÇÕES PARA ASSINAR

http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N44759

http://www.peticao24.com/pelo_uso_alternativo_de_animais

 


 

ACOMPANHE!

VISTA-SE – Informações em tempo real com links para documentos, entrevistas, palestras, seminários e vídeos

http://vista-se.com.br/aovivo/

CAMALEÃO – Notícias a cada minuto

http://www.camaleao.org/protesto-instituto-royal-acompanhe-minuto/

ANDA – Notícias, matérias e artigos

www.anda.jor.br


 

 -

Gato Verde em defesa dos Direitos Animais

-